• Carlos Guglielmeli

Ministro Edson Fachin encaminha pedidos de investigação contra políticos citados na “delação do fim


Ministro Edson Fachin encaminha pedidos de investigações contra políticos citados na “delação do fim do mundo”

Com base nas delações dos executivos e ex executivos da construtora Odebrecht, o ministro Edson Fachin, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) e relator da Operação Lava-Jato determinou a abertura de inquéritos contra mais de 200 pessoas com e sem cargos políticos.

Toda a classe política já esperava os resultados negativos dessas delações, porém ver e ouvir os depoimentos causou um impacto muito maior do que se imaginava. A imagem de corrupção generalizada ficou estampada e nítida.

O auto comando político nacional tanto no legislativo quanto no executivo, de onde devem partir as decisões que possibilitem a recuperação do país mergulhado em sua pior crise financeira, está diretamente implicado nas denúncias e isso pode prejudicar a elaboração de medidas isentas.

Os presidentes do Senado Federal, Eunício Oliveira (PMDB) e da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), além de oito ministros do governo Temer, doze governadores, quatro ex-presidentes foram mencionados.

Além dos nomes mencionados nas listas abaixo os ex Ministros da Fazenda de Dilma e Lula, Guido Mantega e Antônio Palocci foram citados como protagonistas na distribuição das propinas, principalmente o segundo.

Veja a lista dos políticos mencionados:

* Pedidos enviados de volta PGR por possível prescrição nos crime;

** Deputado licenciado para exercer a função de ministro.

Além dos políticos citados, mais 200 outros nomes civis, sem cargos políticos, foram enviados para instâncias inferiores do judiciário.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3