• Carlos Guglielmeli

Goiás - Levantamento do IBGE indica melhora nos índices de competitividade estadual


Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Pesquisa) e a medição do PIB regional, o Goiás apresentou melhora nos indicadores que medem sua capacidade competitiva em comparação a outros estados.

Apresentados em reunião realizada nessa segunda-feira (17/04) entre o governador Marconi, o vice-governador José Eliton e vários secretários, os resultados parciais indicam melhoras nos indicadores em áreas importantes como percentual de jovens no ensino superior, melhora na taxa de escolaridade média da população, a redução do analfabetismo entre adultos e jovens e a diminuição dos “desocupados”, aqueles que nem estudam e nem trabalham.

O consultor Gustavo Morelli da Marcoplan, empresa de consultoria responsável pelo levantamento, explica que o estudo visa mostrar aos gestores onde estão aplicando bem e onde precisam melhorar a aplicação de recursos e esforços.

A conclusão que se chega com o resultado do levantamento, compartilhado pelos analistas, é de que, mesmo que o Brasil tenha vivido o ápice da crise entre 2014 e 2015, em Goiás os níveis de competitividade aumentaram e mesmo que algumas áreas como infraestrutura, segurança pública e distribuição de energia ainda precisem melhorar, o governo fez seu dever de casa e evitou que os goianos sofressem os efeitos dessa crise como sofrem os cariocas e mineiros, por exemplo.

Conforme o governador e seus auxiliares, de posse desses dados, o Programa Goiás Mais Competitivo vai poder desenvolver ações e investimentos em conjunto dos municípios para torna-los realmente mais competitivos e consequentemente mais prósperos.


Publicidade
Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Precisa explicar?