• Carlos Guglielmeli

Lula fala em regular a imprensa e mandar prender procuradores e juízes


Um dia depois de ser denunciado no depoimento de mais um réu da Lava Jato, o ex-presidente Lula, endurece seu discurso contra a liberdade de imprensa, procuradores, juízes e seus delatores.

Foi na abertura do congresso estadual do PT em São Paulo, em determinado momento o ex-presidente diz que se for eleito em 2018 vai regular a imprensa nacional. Esse é um pleito da ala radical do seu partido, que tanto ele quanto Dilma vinham deixando de lado.

Mais adiante de sua fala, Lula criticou a condução da operação Lava Jato e disse que se não mandarem prenderem-no logo, pode chegar o momento em que ele mande prender os procuradores e juízes.

Se eles não me prenderem logo, quem sabe eu mando prende-los?” Disse o ex mandatário nacional.

As palavras de Lula foram recebidas com aplausos por sua plateia, mas duramente rebatidas pelas entidades que defendem a imprensa livre e o poder judiciário.

O presidente da Associação dos Procuradores, José Robalinho Cavalcanti rebateu as declarações de Lula dizendo que as investigações e processos da Lava Jato são sérios, técnicos e impessoais e que a prova disso é que o discurso do presidente é exatamente o mesmo que de outros partidos investigados pela operação.

Robalinho disse que o argumento de que há uma grande conspiração contra o ex-presidente não se sustenta em fatos e acrescentou que para a de Lula todos, inclusive seus ex-aliados mentem, menos ele.

O Presidente da Associação dos Procuradores Brasileiros continuou lamentando a fala de Lula quando disse que mandaria prender aqueles que o investigam dizendo que “chefes do executivo não mandam prender ninguém em um estado democrático” e completou ao afirmar que isso é uma atribuição da justiça.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png