• Carlos Guglielmeli

Prévia do PIB no 1º trimestre de 2017 indica fim da recessão no Brasil


O IBC-Br, Índice de Atividade Econômica do primeiro trimestre de 2017 registrou um crescimento de R$ 1,12%, em relação ao trimestre anterior.

Criado para antecipar o resultado do PIB, que do período entre janeiro a março só deve ser divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia Estatística) em Junho do ano corrente, o IBC-BR apurado indica que a economia Brasileira voltou a crescer.

A pior recessão da história brasileira, pois superou a de depressão dos anos 30 e 31, começou tecnicamente quando a atividade econômica nacional despencou 1,9% nos dois primeiros trimestres de 2015.

Em 2015 a retração do PIB foi de 3,8% e em 2016 a queda foi de 3,6% e para este ano os bancos conservadores preveem uma alta de 0,5% e os mais otimistas indicam um índice positivo em 1%.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos e serve para medir a economia do país.

Ao divulgar esse resultado positivo, o IBGE vai confirmar a interrupção de oito trimestres consecutivos de recuo na atividade econômica Brasileira.

Analistas econômicos afirmam que os efeitos esperados pela sociedade, como o aumento na oferta de vagas no mercado de trabalho, ainda vão demorar alguns meses, pois a recuperação brasileira ainda não é consistente, porém são unânimes em afirmar que o país está no caminho certo.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png