• Carlos Guglielmeli

Delação da JBS faz economia brasileira despencar


Nesta quinta-feira, 18/05, um dia após a delação da JBS vir a público com gravações que comprometem o presidente Michel Temer, o senador Aécio Neves e outros políticos ligados ao governo, o mercado financeiro despencou a níveis da crise mundial de 2008.

As delações da maior companhia do mundo, em produção de proteína animal, justamente na semana em que números da economia indicaram a recuperação brasileira frente a crise, soou como um banho de água fria, "Descemos do céu ao inferno", disse um corretor que prefere não se identificar.

A Boverpa chegou a suspender o pregão por 30 minutos quando a queda das ações chegou a 10,45. No final do dia o Ibovespa , principal indicador da bolça, havia caído 8,8% à 61.597 pontos. Essa é a maior queda diária desde 22/10/2008, naquele dia a queda do mercado foi de 10,18%.

O dólar teve uma valorização de 8.15%, frente ao real, chegando ao valor de R$ 3.389 para venda. Maior cotação desde 16 de dezembro de 2016, quando a moeda americana terminou o dia sendo vendido a R$ 3.3906. Essa alta diária é a maior em 18 anos.

A intensidade e a duração dessa turbulência, agora depende muito da reação do governo Temer e da agenda do congresso, principalmente no que diz respeito às reformas.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3