• Carlos Guglielmeli / Foto: Reprodução

Osmar Serraglio não aceitou o novo ministério depois de ser preterido na Justiça


Osmar Serraglio não aceitou o novo ministério depois de ter sido preterido no Ministério da Justiça

A recusa de Serraglio o leva de volta para a câmara federal e tira a vaga de deputado do seu suplente, Rodrigo Rocha Loures.

Loures foi flagrado em uma operação controlada de Polícia Federal recebendo uma maleta com R$ 500 Mil da JBS e sem a vaga de deputado ele perde o Foro Privilegiado, que pode remeter as acusações a seu respeito para a primeira instância.

O PMDB, partido do presidente, de Serraglio e de Loures avalia que a vaga na câmara do ex ministro é da bancada do Paraná, portanto acreditam que Temer deva respeitar essa ex pécie de cota regional e nomear outro deputado do estado para um ministério, o que liberaria novamente uma vaga para o suplente, devolvendo-lhe o foro privilegiado.

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) e relator da operação Lava Jato na corte, Edson Fachin, pode levar o pedido de prisão contra Loures, solicitado por Rodrigo Janot, ainda hoje para a análise do plenário.

O caminho para a prisão de Loures pode ser alterado, caso a PGR (Procuradoria Geral da República) faça uma nova solicitação agora que o peemedebista não tem mais as prerrogativas do mandato parlamentar, porém a defesa de Temer tenta tranquilizar os advogados de Loures afirmando que seu processo vai continuar no STF devido a presença do presidente na acusação.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3