• Carlos Guglielmeli

Alta do PIB tira o Brasil, tecnicamente, da recessão


Depois de dois anos com resultados negativos, o PIB (Produto Interno Bruto) do primeiro trimestre ficou positivo em 1%.

Tecnicamente esse resultado tira o Brasil da recessão, mas a maneira como ele foi obtido não nos permite imaginar que acabaram os problemas da economia brasileira e agora tudo será progressivo, dizem os economistas.

Com o clima favorável e consequentes safras recordes, a agricultura foi a grande responsável por esse número, porém o consumo e a produção continuam baixos, o que impede, por exemplo, a criação de novas vagas no mercado de trabalho.

Especialistas são unanimes em dizer que esse resultado PIB não deve se repetir no trimestre seguinte, mas preveem algo perto do ponto de equilíbrio, pouco acima de zero.

As estruturas econômicas estão prontas para crescer, mas para que isso ocorra é necessário um ambiente político menos instável e que as reformas aconteçam.

Tanto o mercado aguarda um ambiente mais seguro para investir na produção, quanto a sociedade espera dias menos incertos para voltar a gastar e consumir o que for produzido a mais. Em cadeia, Isso geraria mais emprego, que sustentaria o consumo e por sua vez fomentaria o crescimento da produção.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png