• Carlos Guglielmeli

Homem de confiança de Temer é preso


O suplente de deputado, ex-assessor especial e homem de confiança do presidente Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures, foi preso pela Polícia Federal na manhã desse sábado, 03/05.

Loures foi denunciado pelos executivos da JBS como interlocutor do presidente Temes para a captação de vantagens em forma de propina.

Em uma ação supervisionada, a Polícia Federal filmou Rodrigo recebendo uma maleta com R$ 500 Mil em dinheiro.

A prisão de Loures já havia sido solicitada quando a PGR (Procuradoria Geral da República) o denunciou ao lado do senador afastado Aécio Neves e do próprio presidente, ao STF (Supremo Tribunal Federal).

O ministro Edson Fachin não atendeu o primeiro pedido de prisão em desfavor de Rocha Loures porque naquele momento o mesmo ocupava a vaga do então ministro da justiça, Osmar Serraglio, na Câmara Federal e a constituição determina que Senadores e Deputados só podem ser presos em flagrante.

Com a demissão de Serraglio, sua recusa em aceitar um novo ministério e o seu consequente retorno à Câmara, Loures perdeu o cargo de Deputado e consequentemente as suas prerrogativas. O novo pedido de prisão feito por Janot foi aceito por Fachin.

O ex-assessor de temer já havia entregue a mala de dinheiro para a Policia Federal com o suposto dinheiro de propina, sinalizando a confissão do conteúdo, o que indica, para comentaristas jurídicos, que sua defesa cogita o acordo de delação premiada. Isso tem sido considerado improvável pelo presidente Temer.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3