• Carlos Guglielmeli / Foto: Reprodução

Programa Goiás na Frente surpreende oposições e deve salvar as prefeituras no primeiro ano


É comum que no primeiro ano de gestão, os prefeitos se concentrem em “enxugar a máquina pública” para organizar as finanças e as questões burocráticas e só a partir daí começam a investir.

O programa estadual de investimento nos municípios, Goiás na Frente, lançado pelo governador Marconi Perillo e tocado por seu vice José Eliton, surpreendeu a descrença das oposições e já está abreviando esse período “sabático” dos novos prefeitos.

A Exemplo de Valparaíso, muitas cidades, a maioria delas, foram entregues aos novos gestores “quebradas”, cheias de pendências financeiras, desorganizadas, portanto sem condições de fazer investimentos e essa “mão estendida” do estado está arregimentando prefeitos, inclusive das oposições, para o grupo de apoio à chapa governista em 2018.

Essa constatação já começou a “fundir os neurônios” da turma do Caiado e dos Vilela.

Em Valparaíso, um dos investimentos vai ser uma recuperação asfáltica de R$ 7 Milhões, que aguarda apenas os trâmites burocráticos como certidões e licitação para iniciar.

Alcançado com a mediação decisiva da deputada do entorno Leda Borges, que mantém uma parceria muito positiva com o prefeito Pábio Mossoró, esse valor vai pôr maquinas trabalhando em vários bairros da cidade e mostrar serviço à sociedade.

Para muitos analistas, esse foi o “pulo do gato” do governador Marconi Perillo que deve lançar seu vice, José Eliton, a governador que além da simpatia dos prefeitos, vai poder contar com uma agenda cheia de inaugurações entre o final desse ano e o início de 2018.

Já para os prefeitos essa é a oportunidade de iniciar seus mandatos investindo na cidade, sem passar por todo o desgaste das “heranças malditas” deixadas por seus antecessores.


Publicidade

1/3
Bolsonaro_oferece_cloroquina_à_uma_Ema_
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png