• Carlos Guglielmeli

Presidente das maiores estatais Brasileiras durante os governos Lula e Dilma é preso na 42ª fase da


Presidente das maiores estatais Brasileiras durante os governos Lula e Dilma é preso na 42ª fase da Lava Jato

Aldemir Bendine, presidente do Banco do Brasil no governo Lula e da Petrobras no segundo mandato de Dilma, foi preso nesta manhã de quinta-feira, 27/07, na 42ª fase da Lava Jato.

O Juiz Sérgio Moro autorizou a abertura de inquérito para investigar Bendine no dia 13 de junho recente por suspeita de corrupção passiva. Ele teria recebido R$ 3 Milhões, segundo delações de ex executivos da construtora Odebrecht.

Segundo informações do MPF (Ministério Público Federal), constam nas delações que enquanto presidente do Banco do Brasil, Bendine pediu R$ 17 Milhões à Marcelo Odebrecht para que ele arrolasse dívidas da construtora que leva seu nome. Naquele tempo o executivo avaliou que a “transação” não seria positiva.

Em 2015, mesmo com a Lava Jato em plena atividade, ao assumir a Petrobras com a função de melhorar a governança e acabar com riscos de corrupção na empresa, Bendine teria solicitado R$ 3 Milhões para não atrapalhar os contratos da construtora com a estatal.

Esse último pedido foi supostamente atendido em três parcelas.

O MPF justificou o pedido de prisão de Aldemir Bendine pelo fato dele ter nacionalidade Italiana e por sua suposta insistência delituosa, sem constrangimento com o curso da Operação Lava Jato.

Dois suspeitos de operar o esquema de corrupção foram presos em Pernambuco, são eles os irmãos e sócios André Gustavo Vieira da Silva e Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3