• Carlos Guglielmeli

Eleições 2018 – Caiado vira o candidato “nano-gigante” em Goiás


Ao insistir na promoção de sua força política com base no apoio de partidos que na realidade não aderiram seu projeto, o senador Ronaldo Caiado (DEM) expõe sua fragilidade eleitoral.

Está ficando cada dia mais evidente que esse não é o momento do senador, que ele não se preparou para a fase de articulação pré-eleitoral ou até mesmo que concorrer ao executivo não seja seu dom.

De personalidade forte, Caiado é conhecido por seus aliados como político duro, convicto de que todos lhe devam devoção, como se o apoio a ele fosse uma grande honra ou vantagem para o apoiador. Só que essa é um perfil de candidatos ao legislativo, para candidatos ao executivo a articulação é inversa.

Exemplo disso é a insistência do Democrata em anunciar o PMDB junto de vários outros “nano-partidos” como membro de sua base de apoio, convicto que isso é óbvio devido sua liderança em pesquisas divulgadas.

Caiado e os caiadistas desprezam o fato do PMDB ser um partido maior que o seu DEM e principalmente, dele ter um pré-candidato concorrente seu, com mais prefeitos e consequentemente com mais capilaridade.

Quanto aos “nano-partidos” que o senador mistura com o PMDB para dizer ter 11 legendas na sua base de apoio, a maioria deles não estão verdadeiramente com o Democrata:

  • Alguns deles estão deixando ser vistos perto de Caiado para pressionar o Governador Marconi Perillo na busca de cargos no governo;

  • Outros são apenas indivíduos que não carregam consigo uma unidade dos diretórios ou comissões municipais;

  • E outros estão ali apenas para agradar o mal avaliado prefeito de Goiânia, Iris Rezende, e assim manter seus cargos na prefeitura da capital do estado.

Em Valparaíso, por exemplo, PEN, PV, PSDC, PTC, PHS e o próprio PMDB caminham com o governo municipal comandado pelo prefeito Pábio Mossoró que é, ao lado da deputada estadual Leda Borges, “Marconista”.

Em algumas cidades o senador Ronaldo Caiado seria chamado de “gigante dos pés de barro”, sem sustentação e com o agravante de não saber resolver essa problema.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3