• Carlos Guglielmeli

Relator recomenda rejeição da segunda denúncia contra Temer


Nesta terça-feira, 10/10, o deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) apresentou parecer na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal) pela rejeição da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer e seguiu a mesma recomendação sobre o que pesa contra os ministros Moreira Franco (Secretaria –Geral da Presidência) e Eliseu Padilha (Casa Civil).

Um dos últimos atos do ex Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, foi a apresentação da denúncia contra Temer por obstrução da Justiça e organização criminosa. Conforme as delações dos executivos da JBS e do doleiro Lúcio Funaro, o presidente e os ministros mencionados receberam cerca de R$ 587 Milhões em propinas nos últimos. Este valor teria saído da Caixa Econômica, Furnas e Petrobras.

Bonifácio disse que a tentativa da PGR em envolver Temer, Padilha e Moreira Franco no crime de obstrução de justiça não tem o respaldo de provas, tão pouco na constituição, “Não há nenhuma prova real ou concreta que o presidente tenha tomado providência ou atitude para dificultar investigações (...) conclui-se pela impossibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer“.

Após a Leitura do parecer de Andrada, os advogados do presidente e dos ministros falaram em defesa de seus clientes.

O próximo passo do processo é a aprovação ou não do parecer na CCJ, o que deve acontecer após o feriado, na terça-feira 17/10.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png