• Carlos Guglielmeli

Comida luxuosa é apreendida na cela de Cabral e advogado reclama


Segundo o advogado do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, ele “já é perseguido pelo que come. Daqui a pouco o será pelo que pensa” e depois completa “Pior ainda foi constatar mais uma ilegalidade praticada contra o ex-governador que, nem mesmo preso, consegue ter a sua dignidade e a sua imagem preservada”.

A reclamação do advogado se refere ao fato do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) ter entrado nas celas de Cabral (PMDB), de sua esposa Adriana Ancelmo, da ex-governadora Rosinha Garotinho (PR) e do empresário dos ônibus cariocas Jacob Barata Filho e apreender grande quantidade de comida “luxuosa”, fora dos padrões e do que é permitido a detentos.

Nas celas foram encontradas várias espécies de queijos finos, bolinho de bacalhau, castanhas, presunto cru e até iogurte conservado em balde de gelo.

O MP-RJ informou que tudo que foi apreendido extrapolava o que está permitido na Resolução nº 610 da Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária). O inciso 1 do 1º Artigo diz que é permitido aos detentos receber frutas, alimentos cozidos, leite em pó, bolos, doces e biscoitos, tudo acondicionado em sacos.

Em nota a procuradora informou que “O Ministério Público vai comunicar os fatos ao Juiz da 7ª Vara Federal e ao juiz eleitoral de Campos, e o MP – RJ adotará as medidas cabíveis contra as autoridades e servidores da SEAP”.

Sergio Cabral foi preso em novembro de 2016, em seguida condenado por lavagem de dinheiro, e associação criminosa, e outros processos está acusado por esses mesmos crimes além de corrupção, evasão de divisas, falsidade ideológica em prestação de contas eleitoral e outros.

O ex-governador chefiava uma quadrilha que utilizava dos seus altos cargos públicos para enriquecer com dinheiro público, segundo o MP (Ministério Público).

Cronistas políticos logo se manifestaram com relação à reclamação do advogado de Cabral, segundo eles o que atenta contra a imagem e a dignidade do ex-governador são os crimes pelos quais ele já foi condenado e os tantos outros que ainda estão sendo apurados e em processo de julgamento, não o MP-RJ que apenas faz cumprir a lei.


Publicidade

1/3
Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Precisa explicar?