• Carlos Guglielmeli

Comida luxuosa é apreendida na cela de Cabral e advogado reclama


Segundo o advogado do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, ele “já é perseguido pelo que come. Daqui a pouco o será pelo que pensa” e depois completa “Pior ainda foi constatar mais uma ilegalidade praticada contra o ex-governador que, nem mesmo preso, consegue ter a sua dignidade e a sua imagem preservada”.

A reclamação do advogado se refere ao fato do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) ter entrado nas celas de Cabral (PMDB), de sua esposa Adriana Ancelmo, da ex-governadora Rosinha Garotinho (PR) e do empresário dos ônibus cariocas Jacob Barata Filho e apreender grande quantidade de comida “luxuosa”, fora dos padrões e do que é permitido a detentos.

Nas celas foram encontradas várias espécies de queijos finos, bolinho de bacalhau, castanhas, presunto cru e até iogurte conservado em balde de gelo.

O MP-RJ informou que tudo que foi apreendido extrapolava o que está permitido na Resolução nº 610 da Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária). O inciso 1 do 1º Artigo diz que é permitido aos detentos receber frutas, alimentos cozidos, leite em pó, bolos, doces e biscoitos, tudo acondicionado em sacos.

Em nota a procuradora informou que “O Ministério Público vai comunicar os fatos ao Juiz da 7ª Vara Federal e ao juiz eleitoral de Campos, e o MP – RJ adotará as medidas cabíveis contra as autoridades e servidores da SEAP”.

Sergio Cabral foi preso em novembro de 2016, em seguida condenado por lavagem de dinheiro, e associação criminosa, e outros processos está acusado por esses mesmos crimes além de corrupção, evasão de divisas, falsidade ideológica em prestação de contas eleitoral e outros.

O ex-governador chefiava uma quadrilha que utilizava dos seus altos cargos públicos para enriquecer com dinheiro público, segundo o MP (Ministério Público).

Cronistas políticos logo se manifestaram com relação à reclamação do advogado de Cabral, segundo eles o que atenta contra a imagem e a dignidade do ex-governador são os crimes pelos quais ele já foi condenado e os tantos outros que ainda estão sendo apurados e em processo de julgamento, não o MP-RJ que apenas faz cumprir a lei.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3