• Carlos Guglielmeli

Guarda Municipal de Valparaíso intercepta Celulares e Drogas que iriam para presídio


Na noite desta quinta-feira, 23/11, os agentes da Guarda Municipal de Valparaíso interceptaram três celulares, dois carregadores, dois fones de ouvido e aproximadamente 300 gramas de maconha que, supostamente, iriam parar num dos presídios da região.

Em um patrulhamento de rotina na UPA Marajó, já com a informação de que aquela unidade de saúde receberia presidiários no dia seguinte, o agente da GM (Guarda Municipal) Santiago ficou atento a uma movimentação atípica nos banheiros próximos e em uma varredura encontrou o material relacionado, entocados nas lixeiras.

Com a apreensão, o comando da CG resolveu destacar um dos seus cães treinados, para fazer uma varredura geral no prédio, onde não encontrou mais nada.

Segundo o Comandante Antônio José, esse procedimento é corriqueiro, “presos simulam estar doentes para serem encaminhado ás unidades de saúde, onde suas companheiras e ou comparsas se antecipam deixando drogas, celulares e outros produtos proibidos que eles recolhem e levam para os presídios. Tais práticas delituosas foram matéria de treinamento por isso pudemos impedir o ilícito dessa vez”.

Dando continuidade à essa ocorrência, os dois cães treinados de GM de Valparaíso vão contribuir nessa sexta-feira, 24/11, numa varredura dentro dos presídios locais.


Publicidade

1/3
Roleta Russa 2.png
Precisa explicar?