• Carlos Guglielmeli

Tiririca renuncia a seu mandato protagonizando um dos gestos mais sérios da política nos últimos tem


O sentimento de decepção do Tiririca com a política não é novidade para os brasileiros, principalmente nos três últimos anos com as revelações da Lava Jato, porém nada jamais evidenciou de maneira tão contundente o tamanho da corrosão no meio dos eleitos que o ato recente do, agora, ex-deputado.

Após 7 anos na Câmara Federal o comediante subiu à tribuna pela primeira vez e fez um pronunciamento, conforme ele mesmo definiu, o primeiro e o último.

Sem nenhum sorriso ou alegria aparente, pelo contrário, com a fisionomia apática Tiririca revelou o tamanho de sua decepção com os políticos e renunciou ao seu mandato um ano antes do fim.

Provavelmente o verdadeiro tamanho desse gesto não seja devidamente avaliado, por conveniência da própria classe política, mas ele sozinho fez valer os quase dois mandatos do palhaço por ofício.

Segundo Tiririca, como parlamentares eles ganham bem e têm muitos privilégios, fora as famosas e comuns “carteiradas”, para fazerem tão pouco, nada e até o contrários de suas prerrogativas.

O termo “estou decepcionado” foi recorrente no discurso do ex-parlamentar, que disse não ter a intenção de pontuar nem circunstâncias, tão pouco personagens.

Subo nesta tribuna pela primeira vez e última vez. Não por morte, mas porque estou abandonando a vida pública (...) Estou sando triste para caramba. Estou saindo muito chateado, muito chateado mesmo com a nossa política, com o nosso Parlamento. Como artista popular que sou e político que estou, estou saindo chateado, mas de cabeça erguida”, disse Tiririca.

No final das contas foi o palhaço quem protagonizou o gesto mais sério da política nesses últimos anos.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png