• Carlos Guglielmeli

Parte do decreto de Temer sobre Induto de Natal é suspenso por Cármen Lúcia


Parte do decreto de Temer sobre Induto de Natal é suspenso por Cármen Lúcia

Atendendo ao pedido da Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, suspendeu parte do decreto do presidente Michel Temer que abrandava as regras do indulto de Natal.

Entre outros, a decisão suspende a redução do tempo mínimo de cumprimento da pena para obter o benefício e a possibilidade da liberação do pagamento de multas impostas aos condenados.

Induto não é prêmio ao criminoso nem tolerância ao crime. Nem pode ser ato de benemerência ou complacência com o delito, mas perdão ao que, tendo praticado e por ele respondido em parte, pode voltar a reconciliar-se com a ordem jurídica posta

Escreveu a ministra em sua decisão.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3