• Carlos Guglielmeli

Acompanhada de homens seminus em uma lancha, ministra escolhida por Temer fala sobre seu impedimento


“Sem noção”, no mínimo é assim que o meio político em Brasília está classificando o vídeo da deputada Cristiane Brasil (PTB), indicada pelo presidente Michel Temer para assumir o Ministério do Trabalho, mas impedida pela justiça.

Em uma lancha e acompanhada de quatro homens seminus a deputada federal pelo PTB-RJ declarou, “Eu não achava que eu tinha nada para dever para essas duas pessoas”, e completou perguntando, “O que pode passar na cabeça das pessoas que entram contra a gente em ações trabalhistas?”.

A posse de Cristiane Brasil foi prevista inicialmente para o dia 09 de janeiro, mas um grupo de advogados entrou na justiça alegando que a sua nomeação fere a moralidade do cargo e em caráter liminar a solenidade foi suspensa.

Condenada a pagar R$ 60 mil numa ação trabalhista e com acordo de R$ 14 mil noutra, ambos os processos por falta de registro de dois motoristas, o juiz atendeu a ação popular.

A partir daí a AGU (Advocacia Geral da União) passou a recorrer para assegurar a posse de Cristiane como Ministra do Trabalho, sem sucesso. A liminar impeditiva foi reconfirmada inclusive pela presidente do STF, ministra Carmem Lúcia.

Constrangido, o Palácio do Planalto adotou a estratégia do silêncio a respeito da publicação e o presidente Temer teria dito a interlocutores que mantem a disposição de nomear a pedetista.


Publicidade

1/3
Bolsonaro_oferece_cloroquina_à_uma_Ema_
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png