• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Atendendo a exigências do Conselho Federal de Farmácia, prefeitura de Valparaíso anuncia novos locai


Os medicamentos gratuitos, ofertados na rede pública municipal de saúde, não serão mais entregues em todas as unidades de atendimento à saúde.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde as mudanças “apenas atendem as exigências do Conselho Federal de Farmácia que implantou nova resolução e metas a serem cumpridas a partir de 2018”. Essa resolução regulamenta a Lei Federal 13.021 de agosto de 2014, que trata das Farmácias Básicas.

Agora a retirada desses medicamento deverão ser feitas em locais específicos, onde haja um farmacêutico responsável.

A escolha dessas unidades, e não outras, para abrigar as Farmácias Básicas atendeu critérios relacionados à estrutura física do local, localização entre outros bairros, fluxo já registrado de entrega dos medicamentos no formato anterior e acessibilidade”, disse uma fonte da Secretaria Municipal de Saúde, que completou revelando que “as adequações precisaram ser antecipadas após uma auditoria e fiscalização da Secretaria do Estado de Saúde”.

O Conselho Federal de Farmácia justifica essas exigências alegando que “o objetivo da assistência farmacêutica na retirada de um medicamento é orientar os prescritos sobre dúvidas e possíveis adversidades no uso do medicamento”


Publicidade

1/3
Roleta Russa 2.png
Precisa explicar?