• Carlos Guglielmeli / Fotos: Reprodução

Morre Bebeto de Freitas, um dos maiores nomes do esporte brasileiro


Morre Bebeto de Freitas, um dos maiores nomes do esporte brasileiro

Bebeto de Freitas (Paulo Roberto Freitas), faleceu na tarde desta terça-feira, 13/03. O desportista tinha 68 anos e sofreu uma parada cardíaca após o Lançamento do Atlético FA, time de Futebol Americano do Atlético Mineiro. Bebeto tinha acabado de conceder uma entrevista coletiva na Cidade do Galo e finalizava a apresentação da estrutura do clube para os novos atletas quando passou mal.

O dirigente chegou a ser socorrido e um helicóptero se posicionou para leva-lo a um hospital na capital mineira, mas acabo falecendo no local

Bebeto teve uma das carreiras mais respeitadas do mundo esportivo brasileiro, com títulos e prestígio no vôlei e no futebol.

Após ser jogador de vôlei, assumiu a seleção brasileira da modalidade, sendo treinador da “geração de prata”, que encantou o mundo nos Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles. Ele também comandou o Brasil na Olimpíada de 1988, em Seul.

Logo após, teve passagem de grande sucesso no voleibol italiano, onde fez o Maxicono Parma ser um dos times dominantes da “Bota”, com cinco títulos entre 1990 e 1995. O bom retrospecto o levou a treinar a seleção italiana entre 1997 e 1998, sendo campeão da Liga Mundial em 1997.

Seus feitos no voleibol o levaram a ser homenageado pelo Hall da Fama da modalidade, em 2015.

No Galo o sucesso como treinador o levou a ser convidado para ser manager do Atlético em 1999, durante a gestão de Nélio Brant, em parceria com Alexandre Kalil, então presidente do Conselho Deliberativo. Foi ele o responsável por implementar uma gestão mais profissional no clube, voltando pouco depois, em 2001. Nesta período ajudou o clube a conquistar o Campeonato Mineiro e ser vice no Brasileirão de 1999 e em 2001 levou o clube alvinegro ao 4º lugar do Nacional.

Seu sucesso no Galo o levou a outro clube alvinegro, o Botafogo, seu clube do coração, que presidiu entre 2003 e 2008. Em General Severiano, foi saldado por devolver o “Time da Estrela Solitária” à elite, em 2003, além de conquistar o Campeonato Carioca de 2006.

Bebeto ainda voltou ao Atlético após deixar o Bota Fogo, no final de 2008. Posteriormente, assumiu a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer na gestão de Alexandre Kalil na prefeitura de Belo Horizonte, no início de 2017. Com a eleição de Sérgio Sette Câmara para presidente do Atlético, no final do ano passado, retornou ao clube, desta vez no cargo de diretor de administração e controle.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3