• Carlos Guglielmeli / Foto: Reprodução

Líder do MST declara guerra contra o Brasil


“Não haverá terra que não será ocupada, não haverá arrego. Não haverá nenhum prédio público que não será ocupado”

“Não tem mais valsa. É porrada, é guerra, é Luta e venceremos”

Disse exaltado o líder do MST Alexandre Conceição.

A fala de Alexandre aconteceu logo após o voto da ministra Rosa Weber do STF (Supremo Tribunal Federal), em uma manifestação pó Lula, realizada no mesmo momento em que a Suprema Corte julgava o habeas corpus que tentava evitar a prisão do líder petista após sua condenação em 2ª instância.

Weber proferiu apenas o quinto voto, porém todos os que vinham depois dela já tinham seus entendimentos conhecidos, portanto o resultado do julgamento a partir dali já era previsivelmente contra o ex-presidente.

Em meio à seus ataques e declarações de guerra, Conceição ameaçou a Rede Globo de Televisão, responsabilizada por permitir que o povo seja humilhado, “vamos ocupar e tocar fogo neste jornal, nesta emissora”.

O evento e a fala do líder sem terra foram acompanhados pela presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, que gravou um vídeo no meio dos manifestantes pedindo “Lula Livre” em coro.


Publicidade

1/3
Bolsonaro_oferece_cloroquina_à_uma_Ema_
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png