• Carlos Guglielmeli

Prisão de Lula é decretada


Sérgio Moro determinou a prisão de Lula. O mandado oportuniza ao ex-presidente que se apresente à polícia federal espontaneamente até sexta-feira, 06/04, 17 horas.

Relativamente ao condenado e ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, concedo-lhe, em atenção à dignidade do cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba até as 17h do dia 06/04/2018, quando deverá ser cumprido o mandado de prisão”, decidiu o juiz Sérgio Moro.

Após a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que negou o habeas corpus preventivo impetrado pela defesa do ex-presidente e uma consulta ao TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), Sérgio Moro, decidiu prender o ex-presidente Lula, mesmo ainda havendo um recurso possível na 2ª, o Embargo dos Embargos. Segundo o juiz, “essa medida não poderá rever os 12 anos de pena. Não cabem mais recursos com efeitos suspensivos junto ao Egrégio Tribunal Regional da 4ª Região”.

O juiz Sérgio moro também determinou que não sejam usadas algemas, em hipótese alguma e que o ex-presidente fique encarcerado em uma cela especial, “esclareça-se eu, em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintendência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-presidente ficará separado dos demais presos”.

Até o momento o ex-presidente não emitiu, de São Bernardo do Campo, nenhuma confirmação de que vá cumprir a determinação de se apresentar voluntariamente.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png