• Carlos Guglielmeli / Imagem: Divulgação

Corinthians bate o Palmeiras nos pênaltis e é Bicampeão Paulista


Em desvantagem devido a derrota no primeiro jogo por 1 X 0, o segundo duelo da final no Paulistão 2018 não podia ser diferente do que está acostumada a torcida corintiana, foi com sofrimento até o fim.

O time de Carille venceu o arquirrival Palmeiras em sua casa com um gol devastador de Rodriguinho. Devastador porquê aconteceu no primeiro lance de jogo, no primeiro minuto de partida, quando os mais de 40 Mil torcedores do Palmeiras ainda nem tinham se acomodado em seus lugares.

Depois de marcar assim, tão cedo, o Corinthians jogou com o emocional do rival, o goleiro Cássio chegou a ser advertido com um cartão amarelo pela demora em repor a bola em jogo. Mesmo com as tensões normais do clássico, até certo ponto o Palmeiras foi maduro e se controlou.

Os primeiros minutos do jogo foram francos, lá e cá. Não demorou muito e aos 5 minutos o palmeirense Willian balançou a rede adversária, mas o gol foi bem anulado por impedimento.

Mas a anulação mais polêmica veio no meio do segundo tempo, quando o juiz marcou um pênalti em cima do palmeirense Dudu e com a ajuda do árbitro reserva voltou atrás. Realmente não tinha acontecido a infração.

Com os dois placares inversamente iguais, o jogo foi para os pênaltis, seguindo à risca de todos os clássicos na fase de mata mata desse campeonato.

Já na primeira cobrança o Corinthians voltou a botar pressão nos alviverdes, o goleiro Cássio defendeu a cobrança de Dudu e repetiu o feito contra o Lucas Lima, terceiro batedor palmeirense. Do lado do Corinthians, apena o Fagner, quarto cobrador, não converteu.

Esse é o 29º Paulistão conquistado pelo Corinthians, segundo consecutivo, bicampeonato que não acontecia desde a década de 80 quando o “timão” levantou a taça em 1982 e 1083.


Publicidade

1/3
Roleta Russa 2.png
Precisa explicar?