• Carlos Guglielmeli / Imagem: CNBC

Donald Trump e Kim Jong-um se encontram e firmam um acordo inimaginável até bem pouco tempo


Donald Trump e Kim Jong-um se encontram e firmam um acordo inimaginável até bem pouco tempo

A reunião de cúpula, realizada nesta terça-feira (12) entre Estados Unidos (EUA) e a Coreia do Norte é a primeira em 70 anos de tenção causada pela Guerra da Correia (1950-1953). Nesse período foram 25 tentativas de aproximação e desnuclearização, todas frustradas.

Hoje o líder da Coreia do Norte, que até poucos dias era chamado de ditador, Kim Jong-um, comemora o acordo assinado com o presidente norte-americano, Donald Trump, segundo ele, “o acordo firmado (...) servirá para deixar o passado e conseguir uma grande mudança”.

Em um passeio no hotel Kim disse a Trump que, “a cúpula entre os dois países se assemelha a um filme de ficção científica, muitas pessoas ao redor do mundo vão pensar que isso é algum tipo de fantasia”.

O coreano lembrou também a Trump sobre as tradicionais hostilidades entre os dois países e enalteceu o momento diante das dificuldades para ele acontecer, “Não foi fácil chegar até aqui, as antigas práticas e os preconceitos taparam nosso olhos e ouvidos e dificultaram nosso caminho, mas conseguimos superar tudo isso para chegarmos até aqui”.

Em entrevista, Donald Trump disse que as mais de quatro horas com Kim Jong-um foram “honestas, diretas e produtivas" e completou dizendo que “os dois países estão preparados para começar um novo Capítulo da história”.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

1/3