• Carlos Guglielmeli

Valparaíso exporta soluções para outros municípios e índices de criminalidade caem em toda a região


A assessoria de Comunicação do 5º CRPM, Comando Regional da Polícia Militar que compreende as cidades de Valparaíso, Cidade Ocidental, Luziânia, Distrito do Jardim Ingá, Novo Gama e Cristalina, divulgou nesta segunda-feira (18) um conjunto de dados estatísticos recentes que mostram queda nos índices de criminalidade nessa região.

Comparado ao mesmo período de 2017, os meses de março, abril e maio de 2018 registraram 50% menos latrocínios, 34% menos estupros, 32% a menos de homicídios.

Essas foram as reduções mais fortes, mas a retração na incidência de crimes aconteceu em todas as modalidades de crimes, o roubo a comercio, por exemplo, caiu 26%, a veículos 25%, furto de residências diminuiu 10%, de veículos 13% e furto a comércio 7%.

Muitas das ações de segurança que deram condições para a obtenção desses resultados nasceram em Valparaíso de Goiás com a inicia do Subcomandante do 20º BPM, Tenente Tiradentes e o apoio do Comandante, Major Ferreira, do Tenente Coronel Azevedo, titular do 5º CRPM e da própria prefeitura municipal.

Projetos de policiamento e inteligência comunitária como o Célula de Interatividade e a Operação Madrugada Viva, nascidos em Valparaíso, foram reforçados pelos aparelhos públicos municipais como o GGI-M (Gabinete de Gestão Integrada Municipal), a Guarda Municipal e o recém criado Banco de Horas.

As Células de Interatividade estão levando informações pontuais para as polícias, as Operações Madrugada Viva estão saturando a incidência e a viabilidade econômica do crime na cidade, o GGI-M está estabelecendo uma ponte de diálogo inteligente entre todas as esferas administrativas e de segurança para que as ações sejam completadas uns pelos outros e a Guarda Municipal aumenta e dá qualidade ao efetivo nas ruas. Esses seriam os ingredientes da receita principal.

Mas a “cereja do bolo” veio com os 30 novos policiais militares nomeados e o Banco de Horas, convênio firmado entre os governos municipal e estadual, onde a Prefeitura de Valparaíso está pagando horas extras aos Policiais Civis e Militares para aumentar o efetivo nas ruas.

Somando os homens da Guarda Municipal, com os novos Policiais Militares e os Civis e Militares em banco de horas, o contingente diário em Valparaíso mais que dobrou de 2016 para 2018.

Um exemplo desse “UP” de 100%, ou mais, é a Operação Madrugada Viva que neste sábado (16), sob o comando do Tenente Medrado, aconteceu pela segunda vez numa única semana e fez as ocorrências praticamente zerarem em plena noite festiva de comemoração pelo aniversário da cidade.

Fonte dos dados estatísticos: Soldado Luciana – Seção de Assessoria de Comunicação do 5º CRPM


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png