• Carlos Guglielmeli

Líder nas pesquisas, Jofran Frejat desiste de concorrer ao governo do Distrito Federal


Não sou Dom Pedro. Diante de tudo o que encontrei, digo ao povo que não fico. Não estou disposto a concorrer ao governo [do Distrito Federal] nestas condições”, disse Jofran Frejat (PR) ao anunciar sua desistência da disputa eleitoral deste ano.

Mesmo que a algum tempo ele viesse demonstrando insatisfação com as interferências externas sob sua candidatura, ninguém poderia imaginar que um candidato com tamanha liderança tivesse realmente a coragem de abandonar, sob essas circunstâncias, a corrida pelo comando do GDF.

Jofran Frejat vinha liderando em todas as pesquisas de intenção de votos, na última, encomendada ao Instituto Paraná pelo Diário do Poder, a folga superava 100% do segundo colocado, Rodrigo Rollemberg (PSB). Ambos estavam com 25,4% e 11,5% das intenções de votos respectivamente.

O que incomodou Jofran foram as investidas externas para o preenchimento das vagas majoritários de sua chapa, vice-governador e senador. Circulam reclamações do ex pré-candidato sobre o seu correligionário, ex-governador José Roberto Arruda.

Segundo o que diz a chamada “rádio pião”, Arruda teria até colocado o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) para pressiona-lo a anunciar o peessedebista Izalci como seu vice.

Ainda há esforços para que Jofran Frejat volte atrás, mas por hora ele não está mais na disputa.


Publicidade
Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Precisa explicar?