• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

FMI projeta inflação 1.000.000% e retração de 18% na economia venezuelana


O FMI (Fundo Monetário Internacional) divulgou nesta segunda-feira (23) uma projeção que a Venezuela alcançará em 2018 uma inflação de 1.000.000%. Uma crise comparada apenas à vivida pela Alemanha pré-nazista de 1.923 e pelo Zimbábue em 2.000.

Esses dados foram divulgados em entrevista coletiva concedida pelo diretor do Departamento de Hemisfério Ocidental do Fundo, Alejandro Werner.

Na coletiva, Werner também revela uma projeção de recuo na economia Venezuelana na casa dos 18%, mas reconheceu que é difícil fazer projeções de uma economia que se deteriora numa velocidade tão grande sem que haja nenhuma perspectiva possível.

Esses números revelam a mais absoluta destruição do sistema de preços do país, o que provoca a falência das empresas, consequentemente o desemprego, o desabastecimento, a deterioração dos serviços públicos e por fim o êxodo populacional.

Os efeitos da crise na Venezuela já refletem no Brasil, a princípio com milhares de imigrantes entrando no país trazendo toda a sorte de problemas, um deles o Sarampo, a cólera causada pelas condições a que se submetem a viver, entre outros.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3