• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Suposta funcionária fantasma de Bolsonaro é flagrada vendendo açaí em horário de expediente e é demi


O candidato à Presidência, deputado Jair Bolsonaro (PSL) demitiu nesta segunda-feira (13) a sua assessora desde 2003, Walderice Santos da Conceição, flagrada vendendo Açaí em uma lojinha que leva o seu nome, em pleno horário de expediente parlamentar.

Wal, como é conhecida, já havia sido abordada pelo Jornal Folha de São Paulo na mesma situação em janeiro deste ano, porém naquela época Bolsonaro alegou que ela estava de férias, o que foi comprovado.

Nas entrevistas feitas pela Folha, os moradores vizinhos da Wal na Vila Histórica de Mambucaba, a 50 Km de Angra dos Reis onde o deputado tem uma casa de veraneio, ela cuida dos cachorros e do imóvel de Bolsonaro, além de vender Açaí em sua loja.

Segundo o deputado, a assessora ligou pedindo demissão, mas que “seria muito complicado”, ele a demitiu para assumir a decisão e lamentou “eu fico chateado até, porque ela precisa, é uma pessoa pobre (...) tem dois cachorros lá e para não morrer, de vez em quando ela dá água pros cachorros lá, só isso. O crime dela é esse aí, é dar água pro cachorro”.

Analistas dizem que o ato de demitir Wal pode soar para os eleitores como uma confissão de culpa do candidato, porém, ele tina que tomar a atitude para tirar esse problema da frente.


Publicidade
Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Precisa explicar?