• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Charles Leclerc é confirmado como piloto da Ferrari em 2018 e Kimi Raikkonem assume seu lugar na Sa


A ascensão Charles Leclerc para a Ferrari na Fórmula 1 foi oficializada, uma vez que a equipe de Maranello o confirmou como substituto de Kimi Raikkonen na temporada de 2019.

Leclerc é um talento forjado na Ferrari Driver Academy e se tornará o primeiro “produto” do programa a pilotar pela equipe na F1.

Com 20 anos, Leclerc também será o segundo piloto mais jovem da história a correr pela Ferrari, mais velho que Ricardo Rodriguez apenas.

O jovem piloto, novo ferrarista, usou o seu Twitter após o anúncio para declarar que “seus sonhos se realizaram” e suas mensagens incluíram uma sincera homenagem ao seu falecido pai Herve e seu amigo Jules Bianchi.

“Isso é para uma pessoa que não faz mais parte deste mundo, mas a quem eu devo tudo o que está acontecendo comigo, papai. Para Jules (Bianchi), obrigado por todas as coisas que você me ensinou, nunca me esquecerei de você” disse ele.

O resultados de Charles e uma queda de rendimento, já superada, de Kimi foram determinantes para convencer o falecido Sérgio Marchionne, ex-presidente da marca italiana, de que a troca seria o melhor para a equipe e o novo presidente, Louis Camilleri que é um defensor de Raikkonen, não conseguiu mudar o que já estava encaminhado pelo antecessor.

Do outro lado, a Sauber que hoje corre com a cooperação técnica e com os propursores da própria Ferrari, comemora a chegada de Raikkonem, “assinar com Kimi como nosso piloto representa uma etapa importante do nosso projeto e nos aproxima do nosso objetivo de fazer progressos significativos na equipe”, disse o chefe da equipe, Frederic Vasseur.

O talento inquestionável e a imensa experiência de Kimi na Fórmula 1 não apenas contribuirão para o desenvolvimento do nosso carro, mas também acelerarão o crescimento e o desenvolvimento de nossa equipe como um todo” completou Vasseur.


Publicidade

1/3
Roleta Russa 2.png
Precisa explicar?