• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Eleitores de candidatos derrotados no primeiro turno devem votar com independência no segundo, apont


Eleitores de candidatos derrotados no primeiro turno devem votar com independência no segundo, aponta Datafolha

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (10) mostra que a grande maioria dos eleitores, cujos seus candidatos foram eliminados no primeiro turno, não se importa com o caminho que eles ou seus partidos vão seguir agora, no segundo turno.

Dos eleitores de Marina Silva (REDE) por exemplo, 72% deles dizem que vão escolher entre Bolsonaro, Haddad ou anular seu voto, sem se importar com a decisão da candidata ou de seu partido.

Entre os eleitores de Geraldo Alkmin (PSDB) esse porcentual é de 69% e entre os de Ciro Gomes (PDT), a taxa cai um pouco, para 63%.

Essa informação anima o mercado financeiro que está de olho nas eleições, pois deixa mais claro como seria a gestão de cada candidato, já que ambos, teoricamente, não precisam fazer concessões em seus planos de governo para atrair partidos e ou candidatos derrotados que lhes transfiram votos.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3