• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Eleitores de candidatos derrotados no primeiro turno devem votar com independência no segundo, apont


A pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (10) mostra que a grande maioria dos eleitores, cujos seus candidatos foram eliminados no primeiro turno, não se importa com o caminho que eles ou seus partidos vão seguir agora, no segundo turno.

Dos eleitores de Marina Silva (REDE) por exemplo, 72% deles dizem que vão escolher entre Bolsonaro, Haddad ou anular seu voto, sem se importar com a decisão da candidata ou de seu partido.

Entre os eleitores de Geraldo Alkmin (PSDB) esse porcentual é de 69% e entre os de Ciro Gomes (PDT), a taxa cai um pouco, para 63%.

Essa informação anima o mercado financeiro que está de olho nas eleições, pois deixa mais claro como seria a gestão de cada candidato, já que ambos, teoricamente, não precisam fazer concessões em seus planos de governo para atrair partidos e ou candidatos derrotados que lhes transfiram votos.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png