• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Sem ter definido oficialmente nenhum nome da sua equipe de governo, Caiado afirma que fará uma ampla


Mesmo sem ter confirmado nenhum nome oficialmente, ou seja, sem ter dado “um norte” concreto do que será de fato a sua gestão, o governador eleito, Ronaldo Caiado (DEM), afirmou em entrevista concedida nesta segunda-feira (20) que fará uma “ampla reforma administrativa no estado, objetivando aumentar a eficiência e cortar gastos”.

Caiado afirmou que pretende manter o número de secretarias, atualmente 17, e que a suposta reforma vai consistir no desmembramento de seguimentos que ele considera prioritários, como Agricultura, Esportes e Lazer, e a extinção de outros avaliados como dispensáveis. “Não farei fusão [das pastas], que é mera maquiagem e só produz ineficiência”, afirmou o futuro governador.

Sobre os comissionados, Caiado tentou tranquilizar os servidores, disse que não cometerá injustiças, que vai avaliar quais são verdadeiramente necessários para a administração e quais seriam apenas acomodações políticas. “Vou cortar despesas, darei um bom exemplo como governador. Vou cortar na carne, aliás, no osso” disse o democrata, que em seguida amenizou, “não tomarei atitude intempestiva, marqueteira, nada que seja promocional, farei com respeito e ao mesmo tempo avaliando todas as secretarias”.

Interlocutores de Caiado dizem que a partir do início de dezembro o governador eleito vai começar a anunciar oficialmente a sua equipe de auxiliares.


Publicidade

1/3
Roleta Russa 2.png
Precisa explicar?