• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Representantes dos servidores estaduais não aceitam proposta de Caiado para parcelar salários de dez


Representantes dos servidores estaduais não aceitam proposta de Caiado para parcelar salários de dezembro

O Fórum em Defesa dos servidores Públicos de Goiás, formada por sindicatos e associações que representam a categoria, rejeitaram na tarde desta quinta-feira (3) a proposta de parcelamento do salário referente ao mês de dezembro feita pelo governador Ronaldo Caiado (DEM).

Sem consenso, os representantes dos servidores reafirmaram a disposição de adotar medidas jurídicas que garantam o depósito integral e único, coma as correções e penalidades diárias por atraso, nas contas dos trabalhadores.

A recém-empossada secretária de economia, Cristiane Schimidt, que estava presente na reunião, chegou a afirmar que sem a ajuda do governo federal Caiado não terá como pagar a folha de ima só vez.

Conforme a Constituição Estadual de Goiás, o governo tem até o dia 10 do mês subsequente ao trabalhado para quitar integralmente os salários, o que vinha acontecendo normalmente a cerca de uma década.

Ou seja, se não pagar os salários de dezembro até o dia 10 de janeiro próximo, Caiado estará infringindo a leio maior do estado e pondo fim a um ciclo virtuosa de algo em torno de 10 anos.

Uma nova reunião ficou marcada para o dia 14 de janeiro, quatro dias após o vencimento do prazo máximo permitido por Lei e a expectativa dos servidores é que o caso já esteja ajuizado até lá.

#JornalOpçãodoEntorno #Valparaíso #ValparaísodeGoiás

Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3