• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

O goiano Murilo Resende é indicado como coordenador do Enem e ganha aval do presidente Bolsonaro


Indicado pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez, o goiano Murilo Resende de 36 anos vai ser o próximo Diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) que é o órgão responsável pelo Enem.

Resende é um estudioso do marxismo, professor universitário, palestrante, graduado em Administração de Empresas, doutor em Economia pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) e um crítico à “doutrinação ideológica” nas escolas.

Por ser a favor da “Escola sem Partido”, foi logo criticado pelas oposições, principalmente por membros do PT e PSOL e por veículos de comunicação ligados a esses partidos como o Carta Capital.

“A cruzada contra o livre pensar nas escolas chega ao corpo técnico do governo Bolsonaro. Sob indicação do ministro Ricardo Vélez, o presidente eleito indicou para a diretoria do Inep um dedicado seguidor das teorias de Olavo de Carvalho”, estampou site Carta Capital.

Em sua defesa, o goiano recebeu um apoio peso pesado de nada menos do que do presidente Bolsonaro, que defendeu a indicação e qualificou Murilo Resende pelas redes sociais:


Publicidade

1/3
Bolsonaro_oferece_cloroquina_à_uma_Ema_
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png