• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Relatório da STN desmente Caiado, diz que a situação de Goiás não é ruim como ele diz, por isso nega


A situação fiscal de Goiás não é tão ruim como vem sendo dito pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) e sua secretária de fazenda, Cristiane Schmidt, por isso o estado não se enquadra nos requisitos necessários para aderir ao Regime de Recuperação fiscal do Governo Federal).

Esse é contexto resumido do relatório elaborado pela STN (Secretaria do Tesouro Nacional), feito a partir dos dados que recebeu na reunião realizada em Goiânia nesta terça-feira (15) com o a presença de Caiado e sua equipe econômica.

O atual governador vinha declarando que o estado tinha sido rebaixado para a nota D, a pior classificação fiscal possível. Porém o relatório da Secretaria de Tesouro nacional desmentiu essa informação e revelou que Goiás tem nota C e está apto a tomar crédito.

A análise destaca que para estar apto à aderir ao Regime, o estado deve ter gastos correntes obrigatórios, como com pessoal, dívida e serviços, acima de 70% da RCL (Receita Corrente líquida) e ou que a unidade federativa tenha uma dívida consolidada maior que a RCL.

Nenhum desses é o caso de Goiás.

Com esse resultado, o governo Caiado sofre um duro desgaste e fica sem argumentos para justificar o atraso na folha de pagamento dos servidores estaduais. Referente ao mês trabalhado em Dezembro.

Clique aqui e acesse a integra do relatório feito pela Secretaria do Tesouro Nacional.

#GovernodeGoiás #RonaldoCaiado #Caiado #NotíciasdoValparaíso #SitedenotíciasdoValapraíso #ValparaísodeGoiás #Valparaíso #CristianeShmidt #JornalOpçãodoEntorno #EntornoSul #OpçãodoEntorno #secretariadotesouronacional

Publicidade

1/3
Bolsonaro_oferece_cloroquina_à_uma_Ema_
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png