• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Homem que ameaçava o deputado Jean Wyllys está preso desde 2018


Em Nota divulgada neste sábado (26), o Ministério da Justiça e Segurança Pública lamentou a decisão do deputado federal Jean Wyllys (PSOL) de renunciar ao seu mandato e ir morar no exterior devido à ameaças que vem sofrendo.

A nota também repudia a acusação feita por Wyllys de que haja a omissão das autoridades constituídas em relação ao seu caso.

Segundo o comunicado, a Polícia Federal vem instaurando inquéritos desde 2017 e em 2018 identificou e prendeu um dos autores das ameaças feitas contra o pessolista.

Marcelo Valle Silveira foi preso em 2018 em uma operação da Polícia Federal e recentemente condenado por crimes como terrorismo, racismo, e divulgação de imagens envolvendo pedofilia.

Mello fazia parte do grupo denominado “Homens Sanctos” e usava o nome falso Emerson Setim para ameaçar o Deputado.

O Ministério da justiça e Segurança Pública lamenta a decisão do deputado de deixar o país, mas diz que não corresponde à realidade a afirmação de que há omissão das autoridades constituídas e repudia a conduta dos que se servem do anonimato da internet para covardemente ameaças qualquer pessoa e em especial por preconceitos odiosos” diz o documento.

O deputado federal Jean Wyllys anunciou na última quinta-feira (24) que não vai assumir seu mandato e que vai morar no exterior devido a ameaças que estaria recebendo.

#JeanWyllys #PSOL #NotíciasdoEntorno #NotíciasdoValparaíso #SitedeNotíciasdoEntorno #SitedenotíciasdoValapraíso #Valparaíso #ValparaísodeGoiás #EntornoSul #OpçãodoEntorno #JornalOpçãodoEntorno

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png