• Carlos Guglielmeli / Imagens: Reprodução

Venezuela amplia o fechamento da fronteira com o Brasil


A ditadura deposta de Nicolás Maduro, que ainda detém a obediência militar na Venezuela, endureceu neste sábado (23) o fechamento da fronteira com o Brasil.

O ditador tenta evitar que ajuda humanitária entre na Venezuela com comida e remédios pelas fronteiras do Brasil e da Colômbia, sob a alegação de que o ato é político e de interesse do seu desafeto, os norte-americanos.

Maduro ampliou a presença da Guarda Nacional Bolivariana na região fronteiriça da Venezuela com Pacaraima e Santa Elena do Uairen e pela primeira vez na história se viu um confronto internacional na região.

Há relatos de tiros e bombas de gás lacrimogênio vindos dos militares venezuelanos contra manifestantes do lado brasileiro.

Apesar de ter dois caminhões com a ajuda retidos e um outro obrigado a voltar para o Brasil, o governo Bolsonaro declarou que a missão foi bem sucedida, dando a entender que a nossa parte dos esforços findava ao carregar os caminhões venezuelanos com comida e remédios.

(clique nas imagens para ampliá-las)

#AjudahumanitáriaparaVenezuela #FronteiraentreoBrasileaVenezuela #OpçãodoEntorno #JornalOpçãodoEntorno #NotíciasdoEntorno #NotíciasdoValparaíso #SitedeNotíciasdoEntorno #SitedenotíciasdoValapraíso #Valparaíso #ValparaísodeGoiás

Publicidade

1/3
Bolsonaro_oferece_cloroquina_à_uma_Ema_
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png