• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Ex-policiais são presos pelo assassinato de Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes


A polícia do Rio de Janeiro prendeu, na madrugada desta terça-feira (12), dois suspeitos pela morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Os detidos são o policial militar reformado Ronnie Lessa, de 48 anos, que teria disparado os tiros do banco de trás e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, de 46 anos que dirigiu o carro utilizado no crime.

De acordo com os promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, o crime foi minuciosamente planejado durante três meses.

"É inconteste que Marielle Francisco da Silva foi sumariamente executada em razão da atuação política na defesa das causas que defendia", diz a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Rio. "A barbárie praticada na noite de 14 de março de 2018 foi um golpe ao Estado Democrático de Direito."

A investigação indica que Ronnie Lessa usou a internet regularmente para pesquisar os locais frequentados pela vereadora. Nas investigações, foi descoberto que o deputado Marcelo Freixo (PSOL) e o interventor militar do Rio, general Braga Neto, também foram monitorados.

Segundo o jornal O Globo, Ronie Lessa foi preso em sua residência, no condomínio Vivendas da Barra, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, mesmo onde o presidente Jair Bolsonaro tem uma casa. Mas segundo os investigadores, não há nenhuma ligação, a não ser o fato de serem vizinhos.

Realizada pelo Gaeco (Grupo de Combate ao Crime Organizado), a operação que levou às duas prisões é a primeira com a participação do Ministério Público do Rio.

Após quase um ano de investigação, polícia e o Ministério Público do Rio decidiram dividir o inquérito em duas partes: uma sobre os executores do crime, outra sobre os mandantes e até o momento ainda não revelaram quem foi o mandante da execução.

Outra incógnita em aberto ainda é quem era o outro ocupante do carro usado no crime, pois os investigadores já tinham declarado que haviam três pessoas dentro do veículo no momento dos disparos naquele 14 de março.

#AssassinatodeMarielleFranco #MarielleFranco #RiodeJaneiro #MinistérioPúblicodoRiodeJaneiro #OpçãodoEntorno #JornalOpçãodoEntorno #NotíciasdeCidadeOcidental #NotíciasdoEntorno #NotíciasdoValparaíso #SitedeNotíciasdoEntorno #SitedenotíciasdoValapraíso

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png