• Carlos Guglielmeli / Imagem: reprodução

Bottas surpreende Hamilton e vence GP da Austrália, primeiro da temporada 2019 de F1


Valtteri Bottas venceu de ponta a ponta a primeira etapa da temporada 2019 da Fórmula 1.

O finlandês largou em segundo e ultrapassou o pole position Lewis Hamilton na primeira curva do Circuito Albert Park, finalizando a corrida mais de 20 segundos à frente de seu companheiro na equipe Mercedes.

Bottas ainda garantiu o ponto extra, introduzido nesta temporada, fazendo a volta mais rápida da corrida em 1:25.580s a dois giros do final.

Max Verstappen, da Red Bull, perseguiu Hamilton no fim da corrida, depois de ultrapassar Sebastian Vettel na volta 31. No entanto ele não conseguiu ultrapassar o pentacampeão mundial, e completou o pódio na terceira posição.

A Ferrari não demonstrou o bom ritmo da pré-temporada em Barcelona, terminando na 4ª e 5ª posições, respectivamente com Vettel e Charles Leclerc.

Bottas ficou mais tempo na pista que Hamilton, depois que a Mercedes se viu obrigado a chamar o britânico para defender-se da estratégia de Vettel, que fez sua parada na volta 15 optando por um conjunto de pneus médios.

Vettel sofreu com a falta de ritmo até o final da corrida, e viu seu companheiro de equipe, Leclerc, tirar uma diferença de 13 segundos, mas ser impedido de ultrapassa-lo por uma ordem dos boxes.

A estreia de Daniel Ricciardo na Renault foi desastrosa. Depois de ter sua dupla eliminado no Q2 para o GP da Austrália, o “dono da casa” perdeu sua asa dianteira logo na largada. O australiano foi empurrado para a grama e danificou sua R.S.19. Depois disso Ricciardo entrou nos boxes e reparou o carro, mas abandonou a competição na volta 31.

O primeiro abandono do ano veio com Carlos Sainz da McLaren, quando seu MCL34 pegou fogo na volta 11. Romain Grosjean também abandonou a corrida com a suspeita de uma roda solta, erro já cometido pela equipe em 2018 no mesmo GP da Austrália de 2018 com seus dois carros.

Apesar da repetição desastrosa do erro, o dia não foi tão ruim para a equipe norte-americana com Kevin Magnussen terminando na sexta posição.

Nico Hulkenberg somou alguns bons pontos para a Renault na 7ª posição, à frente de Kimi Raikkonen (Alfa Romeo). Lance Stroll (Racing Point) e Daniil Kvyat (Toro Rosso) completaram a zona de pontuação.

A temporada 2019 da Fórmula 1 retorna no dia 31 de março com o Grande Prêmio do Bahrein.

(Clique nas imagens para ampliá-las)

Confira o resultado Final do GP da Austrália de F1 2019:

1) 77 Valtteri Bottas (Mercedes) 2) 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 3) 33 Max Verstappen (Red Bull/Honda) 4) 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 5) 16 Charles Leclerc (Ferrari) 6) 20 Kevin Magnussen (Haas/Ferrari) 7) 27 Nico Hülkenberg (Renault) 8) 7 Kimi Räikkönen (Alfa Romeo/Ferrari) 9) 18 Lance Stroll (Racing Point/Mercedes) 10) 26 Daniil Kvyat (Toro Rosso/Honda) 11) 10 Pierre Gasly (Red Bull/Honda) 12) 4 Lando Norris (McLaren/Renault) 13) 11 Sergio Pérez (Racing Point/Mercedes) 14) 23 Alexander Albon (Toro Rosso/Honda) 15) 99 A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari) 16) 63 George Russell (Williams/Mercedes) 17) 88 Robert Kubica (Williams/Mercedes) 18) 8 Romain Grosjean (Haas/Ferrari) Abandonou 19) 3 Daniel Ricciardo (Renault) Abandonou 20) 55 Carlos Sainz (McLaren/Renault) Abandonou

#GPdaAustrália2018 #F12019 #Formula1 #GriddeLargadadoGPdaAustrália2019deF1 #OpçãodoEntorno #JornalOpçãodoEntorno #JornaldenotíciasdeValparaíso #NotíciasdeLuziânia #NotíciasdeNovoGama #NotíciasdeCidadeOcidental #NotíciasdoEntorno #NotíciasdoValparaíso #SitedeNotíciasdoEntorno #SitedenotíciasdoValapraíso

Publicidade

1/3
Roleta Russa 2.png
Precisa explicar?