• Carlos Guglielmeli

Senado Federal custa R$ 30 milhões por dia e senador Izalci Lucas é o recordista em nomeações de ass


Com 85 assessores parlamentares contratados em seu gabinete e pagos com dinheiro público, o Senador Izalci Lucas (PSDB) é recordista de nomeações no Senado Federal.

Os dados foram compilados e divulgados pela ONG Ranking dos Políticos e revela também que Izalci gasta R$ 553 mil por mês ou R$ 6,6 milhões ao ano, só com a folha de pagamento dos seu assessores.

No total, o senado tem 2.764 servidores, equivalente a uma média de 34 por cada um dos 81 parlamentares, quase um terço de Izalci.

O senador por Brasília mantém 60 pessoas empregadas no seu gabinete, dos quais apenas 4 são efetivos e 56 comissionados. Os outros 25 assessores estão lotados em supostos escritórios de apoio.

Um desses servidores comissionados é o pré-candidato a prefeito de Valparaíso de Goiás, Cristiano Coltinho, que está sendo cotado a concorrer pelo partido do governador Ronaldo Caiado (DEM).

Diferente da Câmara Federal, onde cada deputado tem R$ 111 mil de verba para nomeação dos assessores, as regras para essas contratações no senado não são muito claras nem igualitárias entre os parlamentares.

Ao G1, a assessoria de comunicação de Izalci justificou a necessidade da sua estrutura de gabinete informando que ele “é um dos senadores mais atuantes do Parlamento Brasileiro, faz parte de nove comissões, dois grupos parlamentares e 35 frentes”.

#IzalciLucas #SenadoFederalcustaR30milhõespordia #CristianoColtinho #OpçãodoEntorno #JornalOpção #JornalOpçãodoEntorno #JornaldeCidadeOcidental #JornaldeValparaíso #JornaldenotíciasdeValparaíso #JornaldeNovoGama #JornaldeLuziânia

Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3