• Carlos Guglielmeli

Ficha criminal de hacker aumenta dúvidas sobre a autenticidade das mensagens divulgadas pelo The Int


Walter Delgatti Netto, conhecido pelo apelido de “Vermelho”, teria dito em depoimento prestado à Polícia Federal que ele entregou anonimamente as mensagens supostamente trocadas entre autoridades brasileiras pelo aplicativo Telegram.

Não ficou claro nas informações levantadas e publicadas pelo Estadão, se essa confissão trata também do conjunto de mensagens onde constam os diálogos já divulgados pelo The Intercept, ou diz respeito apenas aos hackeamentos recentes, onde, entre outros, o ministro Paulo Guedes, a líder do governo no congresso, Joice Hasselmann (PSL), e o próprio presidente Jair Bolsonaro (PSL) foram alvos.

Segundo a Polícia Federal todas as informações prestadas por “Vermelho” precisam ser investigadas, pois trata-se de um “elemento com extensa ficha criminal, incluindo estelionato”, o que põe mais dúvidas sobre a autenticidade dos diálogos publicados paulatinamente desde o dia 09 de junho pelo The Intercept, caso essa tenha sido mesmo a sua fonte.

A quebra dos sigilos telefônicos e fiscal dos suspeitos, autorizada pelo juiz Vallisney Oliveira, da 10.ª Vara Federal de Brasília, deve ser fundamental, segundo a PF, para estabelecer as verdadeiras conexões dos suspeitos e indicar a origem dos cerca de R$ 617 mil que passaram pelas contas do casal Gustavo Henrique Elias Santos e Suellen Priscila de Oliveira, também presos pela operação.

O advogado de Gustavo Santos, Ariovaldo Moreira, disse que ele afirmou em depoimento que, só teve contado com as mensagens pelo computados de “Vermelho” e que teria o alertado do risco que seria ter aqui. Além disso o defensor revelou que seu cliente disse à PF que seu amigo afirmava ter a intenção de vender o material ao PT (Partido dos Trabalhadores).

Em nota, o partido criticou Moro e afirmou se tratar de “criminosa tentativa” de envolver a sigla no caso.

Em sua conta pessoal no Twitter, o ministro Sérgio Moro parabenizou a PF pela operação e ironizou as “fontes de confiança daqueles que divulgaram as supostas mensagens obtidas”, publicou ele.

#hacker #hackers #hacker #hackers

Publicidade

1/3
Roleta Russa 2.png
Precisa explicar?