• Carlos Guglielmeli

Noruega segue exemplo da Alemanha e suspende repasses milionários para o Fundo Amazônia


Um dia após a decisão alemã, a Noruega, maior doadora do Fundo Amazônia, anunciou a suspensão das doações feitas para financiamento de projetos destinados à preservação da Floresta Amazônica.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (15) pelo Ministro do Clima e Meio Ambiente norueguês, Ola Elvestuen. No momento o valor bloqueado é de 300 milhões de Coroas Norueguesas, equivalente à cerca de R$ 134 milhões.

A decisão do governo norueguês acontece, segundo Ola, por consequência das mudanças feitas pelo governo brasileiro na gestão do fundo criado como a maior cooperação internacional para preservação ambiental do mundo, que até então era gerido por uma divisão do BNDES chamada Cofa (Comitê Orientador do Fundo Amazônia).

Novamente o presidente Jair Bolsonaro (PSL) reagiu sem diplomacia e ironizou “A Noruega não é aquela que mata baleia lá em cima, no Polo Norte, não? Que explora petróleo também lá? Não tem nada a oferecer de exemplo para nós. Pega a grana e ajuda a Angela Merkel a reflorestar a Alemanha”.

Bolsonaro aproveitou e voltou a atacar a chanceler alemã, “Eu queria até mandar recado para a senhora querida Angela Merkel, que suspendeu 80 milhões de dólares pra Amazônia. Pega essa grana e refloreste a Alemanha, tá ok?”, disse ele.

A Noruega era, até aqui, o maior doador do fundo internacional, com algo em torno de R$ 3,1 bilhões enviados para o Brasil empregar em projetos de preservação ambiental e reflorestamento da Amazônia nos últimos dez anos.

Ola Elvestuen também justificou a decisão de seu país pelo que chamou de incertezas demonstradas pelo governo Bolsonaro sobre o seu real interesse em preservar a Amazônia.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png