• Carlos Guglielmeli

Bolsonaro rejeita ajuda financeira do G7 para combater incêndios na Amazônia, mesmo depois de admiti


Os países membros do G7, bloco composto pelas nações mais ricas do planeta, disponibilizou uma ajuda financeira de algo em torno de R$ 93 milhões para o Brasil combater as queimadas na Floresta Amazônica, mas o governo de Jair Bolsonaro (PSL) resolveu não aceitar o valor.

A oferta foi anunciada na declaração final do G7 pelo presidente francês, Emmanuel Macron, com quem Bolsonaro vem trocando farpas pelas redes sociais. Fontes do Planalto dizem que o presidente encarou a suposta boa ação como uma tentativa do francês de se capitaliza com o tema.

Mesmo que o assunto queimada e desmatamento na Amazônia tenham sido tema central da cúpula, o documento final pouco disse sobre a questão. Provavelmente por interferência do presidente americano Donald Trump, acredita o Planalto.

Apesar de ter dispensado a ajuda do G7, Bolsonaro aceitou a oferta de Israel para conter as chamas que tomam conta da floresta amazônica, deixando transparecer um viés ideológico nas relações exteriores do seu governo.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png