• Carlos Guglielmeli

Bolsonaro responde aos comentários de Michelle Bachelet referindo-se à seu pai, torturado e morto pe


Bolsonaro responde aos comentários de Michelle Bachelet referindo-se à seu pai, torturado e morto pelo regime Pinochet

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (PSL), respondeu na manhã desta quarta-feira (4) aos comentários da ex-presidente chilena e atualmente Alta Comissária para Direitos Humanos da ONU.

Bachelet havia dito em entrevista no dia anterior que “o espaço democrático no brasil está encolhendo”, além disso a alta chanceler mencionou o aumento de mortes provocadas por policiais. Foi o estopim para mais uma resposta sem filtro de Bolsonaro.

Em sua rede social, o presidente brasileiro, que vai participar da Assembleia Geral da ONU este ano, postou uma foto de Michelle Bachellet entre as ex-presidentes argentina e brasileira, Cristina Kirchner e Dilma Rousseff, dizendo em outras palavras que a chilena tenta se intrometer em assuntos brasileiros e com isso fere a soberania nacional.

Bolsonaro ainda completa sua postagem afirmando que o Chile só não é uma espécie de Cuba, porque em 1973 o regime Pinochet capturou e executou líderes comunistas, entre eles o pai da ex-presidente chilena, Alberto Bachelet

Durante a costumeira entrevista concedida na saída do Palácio da Alvorada, o presidente voltou a tocar no assunto, dessa vez com mais agressividade sadista, incomum para chefes de estado, "A única coisa que tenho em comum com ela é a esposa que tem o mesmo nome. Fora isso, fora isso, meus pêsames a Michelle Bachelet".

As declarações de Bolsonaro provocaram a reação da classe política chilena, além dos congressistas, o presidente Sebastián Piñera, que é adversário de Bachelet, se pronunciou, afirmando que não compartilha da alusão feita pelo brasileiro ao pai da chanceler.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

1/3