• Carlos Guglielmeli

Carlos Bolsonaro volta ao Twitter e ataca a imprensa para explicar sua postagem anterior contra a de


“CANALHAS”, foi com esse adjetivo que o filho mais novo e mais próximo ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) culpou a imprensa pela repercussão negativa provocada por uma postagem feita por ele mesmo em sua conta no Twitter

Na segunda-feira (9), já durante a noite, o vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro Twitou:

A declaração logo motivou críticas veementes, inclusive no meio aliado do presidente:

Calos Bolsonaro volta ao Twitter e ataca a imprensa para explicar sua postagem anterior contra a democracia

Questionado sobre a postagem de Carlos, o presidente em exercício Hamilton Mourão, que já foi duramente atacado pelo caçula dos Bolsonaros políticos, disse que “sem democracia a civilização ocidental não existe”.

Mourão afirmou ainda que é possível sim fazer as mudanças que o governo quer pela via democrática, e por isso ele e Bolsonaro foram eleitos, "temos que negociar com a rapaziada do outro lado da Praça (referindo-se ao Congresso). É assim que funciona. Com clareza, determinação e muita paciência", defendeu ele.

No Congresso Nacional, tanto o presidente o Senado Federal quanto o da Câmara Federal fizeram declarações enfáticas em defesa da democracia. "O Parlamento brasileiro, a democracia, estão fortalecidos. As instituições estão pujantes, trabalhamos a favor do Brasil. Então uma manifestação ou outra em relação a este enfraquecimento tem, da minha parte, o meu desprezo", disse Alcolumbre no Twitter.

Já o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, alertou para os prejuízos que essas declarações podem causar para a economia nacional e na vida das pessoas mais pobres:

Eu acho que frases como essa podem colaborar muito com a insegurança dos empresários brasileiros e estrangeiros de investir no Brasil. O Brasil não vai crescer mais de 2,5%, vamos ter mais desempregados, mais fome, mais pobreza, e a conta das nossas fazes quem paga é o povo mais pobre” declarou Maia.

Diante de toda essa repercussão negativa, Carlos Bolsonaro voltou ao Twitter, mas preferiu desprezar as diversas declarações reprovativas de seu post e culpou a imprensa que acusou de estar deturpando sua fala, chegando xingá-la:

Calos Bolsonaro volta ao Twitter e ataca a imprensa para explicar sua postagem anterior contra a democracia


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3