• Carlos Guglielmeli

Leclerc assume a culpa por batida com Verstappen no Japão


Foto: EFE

O monegasco Charles Leclerc assumiu a responsabilidade por bater em Max Verstappen e jogá-lo para fora logo após a largada, na segunda curva do GP do Japão, neste domingo (13).

No incidente, o piloto da Ferrari perde o controle da frente do carro, espalha para a parte de fora da curva e acaba colidindo com a RBR do holandês, que chega a sair da pista.

Eu larguei mal, acabei me distraindo um pouco. Eu vi o Seb se movendo um pouco e aí meu tempo de reação foi horrível. A largada em si não foi ruim, mas o tempo de reação sim. E aí com o Max, eu errei, claramente. Estava na parte de dentro (da curva) e acabei perdendo um pouco a frente por estar atrás de Seb e Lewis (na verdade, era Bottas à frente). Normalmente, você precisa antecipar esse tipo de coisa, mas eu não o fiz. Então a culpa é minha”, afirma Charles.

Verstappen ainda conseguiria voltar para a corrida após o choque, mas teve que abandonar a prova na 15ª volta em decorrência dos danos causados pelo acidente. Já Leclerc seguiu na pista com danos no carro, provocando algumas situações de risco, quando teve de guiar apenas com uma mão na curva 130R para segurar o retrovisor que estava caindo.

O piloto da Red Bull reclamou bastante de Leclerc antes de saber da punição ao piloto, dada apenas ao final da prova.

Foi uma pilotagem irresponsável. Na curva 2, Charles simplesmente se jogou para o lado do meu carro. Do meu lado, não acho que poderia ter feito algo diferente lá. Todos sabemos que você perde pressão aerodinâmica atrás de um carro, o que não é desculpa, ele é experiente o suficiente para saber disso. Para mim, o mais estranho é que inicialmente eles não investigaram. O carro inteiro foi destruído, havia só buracos na lateral do carro. Agora eles começaram a investigar, mas é depois da corrida. O que mais ele deve fazer para obter uma penalidade?”, reclamou Max Verstappen antes de saber da penalidade aplicada em Leclerc.

Leclerc, que havia terminado em sexto, foi punido com 15 segundos, cinco pela batida no RBR e dez por andar com a asa danificada por duas voltas, parte da peça chegou a se soltar e atingir o carro de Lewis Hamilton. Com isso Charles cai para a 7ͣ posição, cedendo a 6ͣ para o australiano da Renault, Daniel Ricciardo.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png