• Carlos Guglielmeli

PEC Emergencial, proposta pelo governo Bolsonaro, prevê redução de jornada e salários, além do inves


A PEC Emergencial, um dos três Projetos de Emenda Constitucional integrantes do Plano mais Brasil apresentado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) nesta quarta-feira (06) estabelece medidas temporárias e permanentes para ajustar as finanças da União, Estados e ou Municípios quando eles estiverem em crise fiscal, que deverão ser adotadas, por exemplo, quando eles estiverem com 95%, ou mais, da receita comprometida com despesas correntes.

Entre as permissões está a flexibilização das jornadas de trabalho e dos salários dos servidores públicos, que poderão ser reduzidos simultaneamente em até 25%, durante o período em que a unidade federativa estiver enfrentando a crise fiscal.

Se chegar a se valer desta medida, a União, o Estado e ou Município também estariam impedidos de conceder aumento de salários e benefícios, abono ou promoção aos servidores, fazer novas contratações, entre outros.

Hoje, doze estados Brasileiros estão em situação crítica, já que suas despesa com pessoal ultrapassam os 60% da receita corrente, inclusive desrespeitando a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal.

Polêmico, a PEC do Emergencial também pretende vincular as despesas com aposentadorias e pensões ao mínimo constitucional determinado para a saúde e educação. Assim as unidades federativas teriam maior facilidade de cumprir as metas nessas duas áreas, investindo ainda menos nelas.

Ao explicar o projeto, Paulo Guedes ressaltou que a máquina pública precisa passar por ajustes, pois é muito cara, “o aumento do engessamento do orçamento e nos gastos obrigatórios com salários de servidores e aposentados é um problema para a o Governo Federal, Estados e Municípios” disse ele que completou, “se nada for feito, o investimento público tende a zerar”.


Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3