• Carlos Guglielmeli

Governador do Rio de Janeiro diz que vai processar Bolsonaro alegando que o presidente "passou


Nesta quinta-feira (21) o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, respondeu as acusações do presidente de que estaria manipulando as investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco para ligá-lo ao crime.

Irritado com as declarações do capitão, o ex-juiz diz que Bolsonaro "passou dos limites":

Ele está acusando um governador de manipular a polícia do seu Estado. A polícia do Rio é independente. Infelizmente, o senhor Jair Bolsonaro passou dos limites” declarou Witzel em entrevista ao jornal O Globo.

Eu vou tomar providencias judiciais contra ele, vou iniciar uma ação penal para que ele responda pelos seus atos tentando me acusar de fatos que eu não pratiquei”, completou o governador que provocou:

Se o Flávio Bolsonaro está sendo investigado, se esse processo da Marielle tem um fato que envolve a casa do presidente, isso não compete a mim, e sim ao Ministério Público, que tem independência, à Polícia Civil, que no nosso governo ganhou independência. Quem não deve não teme”, disse Witzel.

No início do mês, pouco depois de um porteiro citar o presidente da República como a pessoa que liberou a entrada de um acusados do homicídio de Marielle Franco no condomínio, Bolsonaro já havia falado que o governador do Rio estava por trás da investigação. Na época, Bolsonaro já havia rompido com boa parte do PSL.

[Witzel] Não podia ter acesso a um processo em segredo de Justiça. Mais do que isso, né? A minha convicção é de que ele agiu no processo para botar meu nome lá dentro”, afirmou o presidente Bolsonaro à época.


Publicidade

1/3
Bolsonaro_oferece_cloroquina_à_uma_Ema_
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png