• Carlos Guglielmeli

Torcida muda rotina de Valparaíso em dia de título do Flamengo na Libertadores da América


Ruas vazias, comércio parado, famílias reunidas em casa e bares lotados, essa foi a rotina atípica do município de Valparaíso de Goiás e cidades vizinhas no fim da tarde deste sábado (23), durante a final da Taça Libertadores da América 2019 entre Flamengo River Plate da Argentina.

O Flamengo chegou ao título em uma vitória emocionante, saindo atrás no placar após o River Plate imprimir um ritmo diferente dos adversários habituais e fazer o time da Gávea experimentar do seu próprio remédio. Os argentinos adiantaram a marcação para o campo adversário e imprimiram ataques velozes e ininterruptos.

Com a pressão exercida desde o primeiro minuto, num dos avanços laterais, Fernandéz cruzou para a área, e na indecisão da defesa rubro-negra, Borré finalizou rasteiro, venceu Diego Alves, 1 a 0 para o River.

Quando tudo parecia praticamente perdido, aos 43 minutos do segundo tempo, faltando apenas dois para o fim da partida, ele, o artilheiro do time carioca, o Gabigol brilhou mais uma vez. Arrascaeta recebeu na área e após limpar a defesa rival o uruguaio cruzou nos pés do camisa 9, que igualou a partida, dando nova vida ao sonho do bicampeonato dos cariocas.

Foi então que o Flamengo foi o Flamengo. Três minutos depois, Diego lançou da intermediária defensiva, Gabigol superou a marcação de Pinola e virou a partida. A expulsões de Palacios e Gabriel, após a virada, pouco importam.

Não deu outra, fogos de artifícios estouraram e todos os bairros valparaisenses e as ruas começaram a ser novamente tomadas, agora por pessoas eufóricas. A praça da Etapa A no Valparaíso foi completamente tomada por uma festa espontânea.

Agora o Flamengo pode ser novamente campeão já na quarta-feira (27), dessa vez pelo Brasileirão, bastam 2 pontos para isso.

(Clique nas imagens para ampliá-las e veja nas legendas quem são os torcedores)


Publicidade

1/3
Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Precisa explicar?