• Carlos Guglielmeli

Bolsonaro ataca deputado goiano pelo Twitter e recebe resposta, "o governo dele está ao lado do


Em sua conta no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticou a ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) impetrada pelo partido Podemos no STF (Supremo Tribunal Federal) contra a taxação dos limites do “cheque espacial” acima de R$ 500.

Junto à limitação dos juros cobrados no cheque especial em 8%, o CMN (Conselho Monetário Nacional) autorizou aos bancos a cobrarem uma taxa de 0,25% sobre os limites acima de R$ 500, mesmo quando não estiverem utilizados.

O partido PODEMOS entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no STF. Contra a cobrança de tarifa no cheque especial. A tarifa faz parte que uma medida para reduzir o juros do cheque especial, que passam a ficar limitados em 8% ao mês”, escreveu Bolsonaro.

Para o líder do PODEMOS na Câmara Federal, deputado José Nelto, o presidente Bolsonaro está tirando com uma mão e dando com a outra aos banqueiros, o que na prática cria apenas um efeito midiático, chamado por ele de "demagogia". ...“cobrando taxa de quem tem mais de R$ 500 de cheque especial, mesmo quem não usa. Ora, quem tem R$ 500, R$ 600 de cheque especial não é rico” justificou o parlamentar que completou, “Pensou se a moda pega? A cada dia o governo arruma uma taxa para cobrar algo que as pessoas não usam?

Segundo Nelto, a medida do governo só beneficia os banqueiros que, conforme a justificativa do próprio presidente Bolsonaro, estariam sendo compensados. Uma compensação de algo em torno de R$ 10 bilhões ao ano.

O governo dele [Bolsonaro] está do lado dos banqueiros. Quem está do lado dos pobres é o Podemos”, disse José Nelto ao responder as postagens do presidente no Twitter.

Nesta segunda-feira (13), o goiano também usou a rede social para provocar: "O BB [Banco do Brasil] e o presidente da CEF [Caixa Econômica Federal] decidiram não cobrar a taxa do cheque especial, q fere a constituição no art. 5º e no art. 170. Faço apelo ao pres. do Banco Central, Roberto campos. Para não sofrer dessora na justiça, recue de cobrar essa taxa que vai dar uma ajudinha aos banqueiros de R$ 10 bi", publicou ele.

Fonte das declarações: Portal Mais Goiás / Redes Sociais


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png