• Carlos Guglielmeli

No seu primeiro ano de governo, Bolsonaro corta o orçamento da saúde, educação e segurança


Em seu primeiro ano de governo, o presidente Jair Bolsonaro reduziu os investimentos em educação, saúde e segurança, mas aumentou os gastos na área de Defesa.

Os dados são do próprio Tesouro Nacional que divulgou o resultado final das contas do Governo Federal em 2019, comparado à 2018.

Na educação, a redução nos investimentos foi de 16%, o que se torna mais grave com os problemas de gestão, pois além dos R$ 3,22 Bilhões que lhe foram cortados, o ministro Abraham Weintraub não conseguiu das destino à R$ 4,5 bilhões no ano passado.

A queda de investimento em saúde e na segurança, também bandeiras prioritárias durante a campanha eleitoral de Bolsonaro, foram respectivamente de 4,3% e 4,1% respectivamente.

Contrariando essa tendência, o setor de defesa teve um crescimento no aporte financeiro de 22,1%, com o investimento incrementado em R$ 4,2 bilhões.

Só no final do ano, o Governo Federal destinou R$ 7,6 bilhões para a Emgepron, estatal da Marinha que fabrica Corvetas, contrariando o discurso de liberalismo da economia que é contrário ao investimento em empresas públicas.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png