• Carlos Guglielmeli

Vereador filiado ao PSL é dono da sítio onde acusado de participar da morte de Marielle Franco foi m


O vereador do município de Esplanada, a 168Km de Salvador, Gilsinho da Dedé, filiado ao PSL, é identificado como proprietário do sítio onde o ex-policial militar Adriano Nobrega foi morto em confronto com a polícia.

Adriano era pela suposta participação no assassinado da ex-vereadora carioca Marielle Franco e do seu motorista Anderson Gomes.

Gilsinho da Dedé disse ter ficado surpreso com a presença do bandido em sua propriedade, distante 7Km de onde mora, e nega qualquer ligação com o miliciano. “Nunca nem vi esse homem. Tudo o que sei estou sabendo através da mídia”, disse ele, sugerindo que sua propriedade pode ter sido invadida.

Com retorno de vigem marcada para esta segunda-feira (10) o vereador declarou ao estadão que ficou sabendo do ocorrido através de um vizinho do seu sítio: “Hoje de manhã, recebi ligação do meu vizinho, dizendo que estava havendo uma troca de tiros no sítio. Logo depois, entrei em contato com o delegado da cidade e solicitei esclarecimentos. Ele me disse que não tinha conhecimento porque era uma operação da polícia especializada, via SSP (Secretaria de Segurança Pública da Bahia)”.

Um vizinho do vereador, cuja propriedade fica a uma distância de 100 metros da de Gilsinho, corrobora com a suspeita de que o imóvel teria sido invadido, ele contou que não percebeu movimentação atípica no local na última semana, indicativo de que o miliciano pode ter chegado ao sítio durante a madrugada.

Junto ao criminoso, a polícia baiana apreendeu uma pistola, um revólver e duas espingardas e 13 celulares.


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png